oxielo.com.br
.
Boas Vindasbloco.gifnosprod.gifbarh.giftela01.gifbarv.gifBoas Vindastels.gifBalões com Gás Hélio

Recado Importante

 

 

Apenas utilize os  produtos aqui comercializados mediante a prescrição do seu médico

dsgn_398_text_block.png

As imagens utilizadas neste site são meramente ilustrativas

quadro01.gifLogo_Oxielo_menor_dv.gif
Apneia do Sono
Conheça mais essa doença

A Sociedade Portuguesa de Pneumologia disponibiliza em seu site diversos artigos de interesse médico, abordados tecnicamente.


Aqui trazemos alguns trechos do ensaio "Síndrome de apneia do sono - ventilação com pressão positiva", escrito pelo Dr. João Valença.

"Síndroma de apneia do sono - ventilação com pressão positiva"


Texto escrito em português de Portugal


(…)


“O tratamento da Síndroma de Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) com ventilação com pressão positiva é uma terapêutica altamente gratificante na grande maioria dos casos.


A pressão positiva aplicada através de uma máscara nasal durante o sono leva a uma dilatação pneumática da via aérea superior, evitando assim o seu colapso.


O tratamento deve ter início apenas após um diagnóstico correcto. A aplicação de pressão positiva, com uma pressão eficaz, leva de imediato ao: desaparecimento do ressonar; normalização do padrão respiratório com desaparecimento das apneias e hipopneias, bem como do esforço respiratório; correcção das dessaturações nocturnas; desaparecimento dos “microdespertares” e fragmentação do sono, o que conduz à melhoria da arquitectura do sono e consequente melhoria da qualidade de vida.


A pressão positiva pode ser fornecida por: CPAP com pressão constante, BINÍVEL e AUTO-CPAP. É importante a avaliação da adesão à terapêutica.”


"Qual o seu modo de acção?


A permeabilidade   da  via  aérea  superior  depende  do  equilíbrio  entre  as  forças  que tendem a colapsá-la, particularmente a pressão negativa intraluminal durante a fase inspiratória, e a actividade compensatória dos músculos dilatadores da faringe.


A  pressão positiva  aplicada através  de uma  máscara nasal  durante o  sono leva  a  uma dilatação meramente pneumática da via aérea superior, evitando assim o seu colapso.


Outros mecanismos descritos  consistem na  redução do  edema e  congestão da  mucosa faríngea, bem como o relaxamento dos músculos dilatadores da faringe. Estes músculos têm nestes doentes uma actividade aumentada, quer durante o sono quer em vigília, de modo a tentarem diminuir o estreitamento estrutural da faringe."

cpapresmed.jpg

"Qual o efeito da ventilação com pressão positiva?


Os episódios recorrentes de apneia/hipopneia (com as suas hipoxemias e hipercapnias) e de “micro-despertares” vão provocar fragmentação do sono e aumento da actividade do simpático, que têm como consequências a hipersonolência diurna, as alterações cognitivas, as alterações cérebro e cardiovasculares, que vão condicionar um aumento significativo da morbilidade e da mortalidade.


A hipersonolência diurna e as alterações cognitivas/psíquicas podem trazer problemas no trabalho que podem conduzir a despedimentos, bem como a um número maior de acidentes, quer laborais quer de via-ção. Por outro lado o ressonar, as perturbações sexuais e as alterações psíquicas podem ser nalguns casos motivo de divórcio.



A aplicação de pressão positiva, com uma pressão eficaz leva de imediato ao:


• Desaparecimento do ressonar;

• Normalização do padrão respiratório com desaparecimento das apneias e hipopneias, bem como do esforço respiratório;

• Correcção das dessaturações nocturnas;

• Desaparecimento dos “ microdespertares” e fragmentação do sono, o que conduz à melhoria da arquitectura do sono;"



"Efeito da aplicação de CPAP na qualidade de vida e nas funções neuropsicológicas"

 

Nos doentes com SAOS a má qualidade de vida está geralmente associada à gravidade da fragmentação do sono e da hipersonolência diurna.


A ventilação com pressão positiva ao normalizar a estrutura do sono reverte rapidamente a hipersono-lência diurna, o que pode ser comprovado pelos testes de latência múltipla do sono ou mais facilmente na prática clínica com a aplicação da escala de sonolência de Epworth (ESS).


A redução da hipersonolência diurna com CPAP reduz ainda significativamente a taxa de acidentes de viação (de 0.8/100.000 km para 1.5/100.000 km)10, bem como de acidentes laborais e domésticos. O número de dias de hospitalização relacionados com acidentes neste grupo de doentes desce cerca de 90%, quando sob tratamento eficaz com CPAP.


Há igualmente uma melhoria das funções cognitivas, da capacidade de concentração, da ansiedade, da irritabilidade, da depressão, etc.” 

(…)


Disponível em: http://www.sppneumologia.pt/sites/sppneumologia.pt/files/pdfs/RPP_2002_1_65_RPP_VIII_1_Sono.pdf

dsgn_398_text_block.png
Conheça nossa divisão de eventos e gás hélio!